O BEIJO DO AMADO


O ladrão de corações
Deu-me um único beijo e partiu.
O que seria de mim
Se me tivesse dado sete ?

Todo lábio que o meu amado beija
Guarda sempre a sua marca:
Rachaduras abertas na ânsia de sugar
A doçura de seus lábios.

Guarda ainda outra marca:
O desejo louco da água da vida
Que a cada instante força o amor
A remover mil fogueiras.

E outra marca mais: o corpo,
Assim como o coração, desembestado,
Corre de encontro ao beijo
Para tornar-se leve e delicado
Como os lábios do meu amado.

Ah, que suavidade inebriante vem
Desse amor que desconhece limites !

 

 

VOLTAR PARA VER MAIS HISTÓRIAS >>>