VIVO OU MORTO


MullaNasrudin estava pensando em voz alta:

— Como saberei se estou morto ou vivo?

— Não seja bobo! — disse-lhe a esposa — se você estivesse morto, seus membros estariam frios.

Pouco depois, na floresta, Nasrudin pôs-se a cortar lenha. Era pleno inverno. De repente, percebeu que suas mãos e seus pés estavam frios.

— Estou indubitavelmente morto, — pensou — por isso preciso parar de trabalhar, porque defuntos não trabalham.

E porque defuntos não andam de um lado para outro, deitou-se na relva.

Logo depois, uma matilha de lobos apareceu e pularam em cima do burro de Nasrudin, que estava amarrado a uma árvore.

— Muito bem, continuem, aproveitem-se de um morto — disse Nasrudin deitado de barriga para cima — se eu estivesse vivo não lhes permitiria que devorassem o meu burro.


 

 

VOLTAR PARA VER MAIS HISTÓRIAS >>>