É MELHOR PREVENIR


Nasrudin entregou um cântaro a um menino, mandou-o buscar água num poço e deu-lhe um tapa no "pé-de-ouvido".

— E preste atenção! Não me deixe cair a água! — gritou para o garoto.

Um homem que assistira a tudo perguntou-lhe:

— Como é que você bate em alguém que não fez nada de mal?

— Você, com certeza, — revidou Nasrudin — preferiria que eu batesse nele depois que ele tivesse quebrado o cântaro, quando o cântaro e a água estivessem ambos perdidos? Da minha maneira, o garoto se lembrará e assim se salvarão o cântaro e o seu conteúdo.

 

 

VOLTAR PARA VER MAIS HISTÓRIAS >>>