É MESMO?


O Mestre Zen, Hakuin, era respeitado por todos os seus vizinhos como alguém que levava uma vida pura.

Um dia, foi descoberto que uma moça muito bonita que morava perto de sua casa estava grávida.

Os pais da moça ficaram furiosos. No início, a moça não quis dizer quem era o pai, mas após muita pressão falou que era Hakuin.

Com muita raiva, os pais foram a Hakuin, mas tudo o que ele disse foi: “É mesmo?”

Quando a criança nasceu, foi levada a Hakuin que, a essa altura, já havia perdido sua reputação, o que parecia não perturbá-lo absolutamente.

Hakuin obteve leite, comida e tudo o mais que a criança necessitava, pedindo esmola a seus vizinhos com todo o carinho.

Um ano mais tarde, não suportando mais a situação, a mãe da criança contou a verdade a seus pais – o verdadeiro pai era um jovem que trabalhava no mercado de peixes.

O pai e a mãe da moça foram imediatamente a Hakuin contar-lhe toda a história. Desculparam-se muito, imploraram seu perdão e pediram a criança de volta.

Enquanto entregava a criança, de boa vontade, o Mestre simplesmente falou: “É mesmo?”

Extraído do livro "Nem Água nem Lua" de Osho

 

 

VOLTAR PARA VER MAIS HISTÓRIAS >>>